Descubra quais bebidas e alimentos presentes no nosso dia-a-dia que desgastam a cor e força dos seus dentes

Na correria do dia a dia, é comum recorrer ao consumo de diversos alimentos e bebidas sem considerar se eles fazem bem ou não para a saúde bucal e para a estrutura dos dentes. 

Vinho

Como já é conhecido, os doces podem ajudar na criação de cáries dentárias. Mas você sabia que existem bebidas e alimentos que podem manchar os dentes?

Ou que alguns alimentos podem desgastar e deixar os dentes fracos?

Para contribuir em casos de manchas ou desgastes, diversos procedimentos odontológicos podem ser feitos até para a manutenção da estrutura, como o clareamento dental com moldeira.

Contudo, é importante reconhecer quais substâncias podem ser prejudiciais, de modo a fazer um consumo mais consciente.

Para te ajudar a manter a saúde bucal em dia, selecionamos algumas comidas que podem influenciar na obtenção de um sorriso mais bonito.
 

Refrigerante


O refrigerante é uma bebida industrializada repleta de substâncias que podem ser prejudiciais para o corpo.

Inclusive, por ser rico em açúcar, ele é um grande aliado das cáries. Além disso, a bebida pode corroer o esmalte dos dentes, deixando-os mais fracos e frágeis. 
 

Alimentos ácidos


Alimentos ácidos como limão, tomate, abacaxi e laranja em excesso podem causar erosão nos dentes, danificando a estrutura e deixando-os frágeis.

Isso porque todos são alimentos ácidos e podem comprometer o esmalte do dente.

Tomate


Além de ser um alimento ácido, como citado no item anterior, a cor vermelha do tomate pode manchar a cor natural dos dentes e deixá-los mais escuros.

Isso ocorre porque os pigmentos podem se fixar com mais facilidade na estrutura por conta da porosidade criada pela acidez.

Café e vinhos


O café e os vinhos brancos e tintos possuem um corante natural, que consumidos em excesso podem manchar os dentes.

Para auxiliar nesse ponto é recomendado realizar a escovação após a ingestão das bebidas, ou tomar água para evitar a concentração dos pigmentos nos dentes.

Para quem utiliza aparelho dental transparente, é essencial retirar o aparelho para que o material transparente não manche.

Já nos modelos fixos, os cuidados consistem na escovação e ingestão de água. Contudo, com mais atenção devido a "barreira" criada pela estrutura.

Alimentos duros


Torresmo, balas duras e castanhas são alguns exemplos de alimentos que podem danificar a estrutura do dente.

Por necessitarem de muita força, a raiz dos dentes podem ficar enfraquecidas e os dentes que já estão frágeis podem até quebrar se não houver cautela e o acompanhamento adequado com um profissional. 
 

Gelo


O gelo em si não é o problema, mas é muito comum o hábito de morder gelo após acabar a bebida.

Esse é o grande erro, que deixa tanto o dente quanto a raiz enfraquecidos e podem até causar rachaduras no dente.

Esse hábito e outros, como morder objetos, com o tempo podem levar a perda dentária, pois enfraquecem a estrutura do dente.

Para repor, procedimentos como a colocação de implantes dentarios podem ser realizados e devem ser orientados por um profissional da área.

Milho na espiga


Morder o milho diretamente na espiga é um perigo para quem tem implantes dentários ou utiliza aparelho fixo.

Mas não só para eles, devido a dureza da espiga, a mordida pode machucar a gengiva, que é uma área sensível da boca.

Por isso, prefira o alimento cortado, que facilita a mastigação

Cebola e alho


A cebola é um dos alimentos temidos por quem gosta de ter um hálito fresco.

Ela é responsável por causar mau hálito mesmo após um longo período do seu consumo, por ter componentes sulfúricos.

Assim como ela, o cheiro do alho permanece no organismo, voltando para a boca.

Se você gosta de cebola ou alho, mas não quer ficar com aquele cheiro desagradável, escove os dentes e faça a utilização de um enxaguante bucal, assim o odor será aliviado. 

Bebidas alcoólicas


Bebidas alcoólicas possuem substâncias que corroem a boca, gengivas, bochechas e dentes.

Essa corrosão diminui a produção de saliva, que auxilia na remoção de resquícios de alimentos e protege os dentes. Sem a saliva, a boca fica seca e aumenta o acúmulo de bactérias.

Lembre-se que nenhuma bebida ou alimento precisa ser banido do seu cardápio, apenas tenha os cuidados necessários após o consumo.

Realize a limpeza, beba água ou coma algum alimento que sirva como "vassourinha" para uma higiene prévia, como a cenoura ou a maçã.

Também é importante lembrar que não importa quais alimentos você tire do seu cardápio, ou quantos tratamentos odontológicos você faça, sem uma boa higiene, os dentes ainda podem sofrer desgastes ou apresentar problemas como a cárie.

Inclusive, mesmo quem faz uso de lente nos dentes precisa manter atenção ao processo de escovação.

Pois apesar dele manter o aspecto mais branco e "limpo" do dente, sua manutenção é imprescindível para a qualidade da película.

Do mesmo modo, as gengivas ainda podem sofrer com inflamações se não forem devidamente higienizadas.

Assim, é preciso escovar três a cavidade oral ao menos 3 vezes ao dia e utilizar fio dental.

Para garantir a resistência e saúde bucal, tenha sob controle o consumo dos alimentos e visite sempre seu dentista, caprichando na higienização bucal, só assim você terá um lindo sorriso.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Vue Odonto, uma rede especializada em atendimento odontológico com enfoque na humanização.