8 Grandes erros cometidos por pequenas empresas

Aqui está uma noção interessante: você percebe que existem erros que você pode cometer em vários estágios do crescimento de sua empresa que podem estar matando-a lentamente por meses ou até anos se você não prestar atenção a eles? 

Pequenas Empresas

Bem, esses erros existem e não são reservados apenas para as empresas novatas. Muitas empresas em funcionamento, incluindo aquelas que você pode pensar que são “bem-sucedidas” porque já existem há mais de 10 anos, muitas vezes ainda as estão fazendo... e possivelmente estão perdendo muito dinheiro e / ou perdendo muito tempo no processo.

Embora alguns desses erros grandes e sorrateiros pareçam direcionados mais a empresas de serviços, eles realmente se encaixam em quase todos os tipos de indústria. Fiz o meu melhor com as listagens abaixo para dar exemplos para provar isso.

Subestimar o Tempo de Projeto / Serviço


Este é um grande problema e se refere a empresas de serviços, bem como empresas que vendem um produto. Este é o pão com manteiga de uma empresa de serviços.

Se você não estimar seu tempo para realizar cada serviço em seu repertório, você se queimará e há pouco que você possa fazer sobre isso, apenas roer o osso e aprender com isso.

A melhor maneira de estimar o tempo é fazê-lo uma vez, ou observar seu melhor funcionário fazer a tarefa e, em seguida, adicionar um pouco de fator de erro em cima disso.

Para empresas de produtos, o tempo se torna um problema de logística, portanto, fique atento! Entregas podem atrasar e o tempo pode ser muito mal dimensionado.

Não saber os números da sua empresa / Definir SEUS preços incorretamente


Observe que enfatizei a palavra “seu”. É um erro comum usar um concorrente como medidor de preços sem realmente saber por que eles usam esses números.

Pense no pesadelo em que você se meterá se pegar o preço de um concorrente, reduzi-lo em 10% e depois começar a vender. E se a concorrência tiver uma estrutura de preços ruim e mal estiver ganhando dinheiro ou até mesmo perdendo dinheiro?!

E se os teus custos forem maiores do que os deles?! Você pode usar o concorrente como ponto de partida, mas não pode basear toda a sua estratégia nele. Seria apenas para você ter uma noção.

Indústrias diferentes têm suas próprias variáveis ​​no que diz respeito aos custos e você precisa estar ciente delas para o preço do seu projeto ou produto. O que você paga por um produto que vai vender não é o único custo que você tem na cabeça quando está precificando produtos.

Quanto seu trabalho e materiais custam para um serviço é apenas uma parte do valor por hora. Os funcionários custam mais do que apenas um salário e nem todos os funcionários fazem parte do seu custo de mão de obra.

Cada empresa tem um seguro para pagar. Existem toneladas de despesas gerais que precisam fazer parte do seu preço. Ah, aliás, o grande problema que muitas pessoas esquecem no preço é o fator qualidade.

O que você inclui como “serviços padrão” ou “recursos padrão do produto”, todos precisam entrar em seu preço. Eu falarei mais sobre o porquê no próximo segmento.

Isso sem falar nos impostos, que são diferentes nas diversas áreas. Produtos importados são tributados e possuem taxa de importação, produtos produzidos aqui no Brasil tem imposto sobre produtos industrializados, e por aí vai. Cada um tem a sua variável.

Não cobrar por todo o seu tempo e custos


Esta parece uma declaração estúpida para alguns, mas aposto que a maioria dos proprietários de negócios vai admitir que doou um pouco demais da fazenda às vezes. Ei, não há nada de errado em dar um pouco a mais aqui e ali para mostrar que você se importa.

Mas de qualquer forma, não é disso que estou falando aqui. O que me preocupa são aqueles que colocam muita qualidade no trabalho ou nos produtos ou nas lojas e não cobram os custos.

Por exemplo, digamos que você administre uma empresa de serviços e seus concorrentes não prestem um determinado serviço padrão que você faz. Você não pode simplesmente reduzir o preço deles para roubar um emprego; você precisa ter esse custo coberto em sua taxa e anunciar o fato de que ele vem com o preço acrescentado.

As lojas se prejudicam, por exemplo, quando colocam mais pessoas no salão para atendimento ao cliente, mas não cobram por isso. Essas coisas custam dinheiro a você e, quando seus concorrentes não as fazem, custa menos a eles. Ofereça um serviço melhor e subestime-os, e sua concorrência só terá que esperar um pouco para que você caia no chão para que eles possam voltar a ficar mais fortes do que você.

Como empresário você precisa acreditar que está fornecendo aos seus clientes produtos que valem a pena e que merecem ser pagos. Se você tiver a chance de explicar por que seus preços estão mais altos, aproveite a oportunidade e faça isso.

Se eles não gostam do fato de você incluir coisas que outros cobram mais tarde ou de que você os trata melhor, então eles provavelmente são compradores de preços. Você não os quer como clientes regulares de qualquer maneira. Pode acreditar nisso.

Não ser pago rápido o suficiente


Isso mesmo, o velho problema de fluxo de caixa. Contanto que você esteja realmente ganhando dinheiro suficiente para pagar as contas, esse problema pode ser resolvido, evitado ou, pelo menos, feito para não ser tão ruim quanto poderia ser. Aqui está o acordo:

Em primeiro lugar, fature os clientes muito rapidamente. É muito comum para uma pequena empresa não ter os procedimentos ou sistemas em vigor para que as faturas sejam geradas e entregues em tempo hábil (consulte o próximo segmento para mais informações).

Mais uma vez, isso parece improvável, pois essa é a razão pela qual estamos fazendo o trabalho – para receber o pagamento.

Mas é muito fácil para as pessoas responsáveis ​​por fornecer essas informações ao pessoal de cobrança estar muito ocupadas para obtê-las ou não terem organização suficiente para fornecê-las da maneira correta.

A segunda parte para desacelerar ou interromper uma crise regular de fluxo de caixa é fazer os acordos de pagamento mais rápidos possíveis com os clientes e os mais lentos possíveis com fornecedores e funcionários.

Ganhar tempo com os fornecedores com prazo longo e vendendo a prazo curto. Ajudará o capital a girar.

A terceira parte envolve crédito. Se sua empresa pode obter um cartão de crédito, faça-o rapidamente. Isso permite que certas coisas importantes sejam compradas (que você pode pagar) que podem surgir durante uma crise de fluxo de caixa.

Melhor ainda, especialmente se você não tiver escolha a não ser lidar com pagamentos de clientes em mais de 45 dias, faça o possível para obter uma linha de crédito da empresa.

Isso é obrigatório se você planeja vender para o governo ou realizar serviços comerciais para grandes clientes. Eles costumam ter períodos de espera de 60 a 90 dias.

Falha em ter sistemas e procedimentos sólidos em vigor


Muitos procedimentos (conhecidos como “burocracia”) é a razão pela qual muitas pessoas começam seu próprio negócio em primeiro lugar. 

Infelizmente, não ter procedimentos e sistemas implantados não é uma alternativa, passou a ser obrigação. Dependendo do tipo de indústria, os empresários devem chegar a um meio-termo feliz ou o caos e o desconhecido surgirá.

Alguns exemplos básicos onde procedimentos ou sistemas são necessários incluem faturamento, cobranças, folha de pagamento, (entrevistas, contratações, férias, benefícios, responsabilidades do trabalho, etc.), fabricação, operação de equipamentos, manutenção de equipamentos, estoque, ligações / visitas de vendas e logística para cite alguns.

A ciência e tecnologia estão aí avançadas, e informações técnicas para criação e desenvolvimento de procedimentos não faltam.

Mesmo um sistema de uma pessoa precisa ter alguns procedimentos administrativos vigorando. Isso tornará mais fácil contratar funcionários temporários e subcontratados e controlar o que eles estão fazendo por você.

Sem pelo menos uma versão diluída de um sistema ou procedimento para fazer o trabalho diário, você será o culpado por causar muitas dores de cabeça à medida que sua empresa cresce.

Eu não posso enfatizar o quão importante isso é quando você contrata novos funcionários. Tenho certeza de que você já ouviu isso antes, mas também sou um grande defensor de ter um manual do funcionário, mesmo para um funcionário.

É incrível o problema que as pessoas podem causar aos proprietários de empresas só porque permitem que você as pague.

Gastar dinheiro com publicidade apenas para dizer que você anuncia


Eu quase preferiria ver meus clientes não anunciarem do que gastar sem me preocupar com o rastreamento dos resultados. Não faz sentido uma campanha de marketing se você não estabelecer coisas que lhe permitam medir o quão bem o plano está funcionando.

O outro desperdício de marketing que muitas pessoas cometem o erro de fazer é não rastrear suas campanhas de sucesso anteriores.

Por que algumas pessoas pensam que só porque um anúncio de R$ 400,00 por mês funcionou muito bem uma vez para uma temporada movimentada, ele funcionará automaticamente todos os anos depois disso, está além da minha compreensão.

Rastrear, entender e aplicar o que deu certo, considerando todas as sazonalidades é fundamental e necessário.

Não delegar atividades


Este é um erro clássico cometido por todo empresário. A chave é descobrir quando você está naquele ponto de “usar chapéus demais” e começar a obter ajuda.

A solução aqui é conhecer seus pontos fortes e poder ver quando você não está desempenhando as funções que exigem essas habilidades. Se você é o melhor vendedor da empresa, não pode ficar preso nas operações do dia-a-dia.

Se o fizer, as vendas cairão e, eventualmente, você não terá nenhuma operação com que se preocupar. Pense sobre isso para ajudá-lo a descobrir se você está espalhado demais: Você realmente abriu um negócio sozinho para trabalhar mais de 80 horas por semana?

Delegue atividades que não são de sua competência e te toma tempo valioso que você deveria empregar em atividades onde você tem melhor desempenho.

Não obter ajuda em breve


Estabeleça metas para saber quando contratar pessoas para assumir onde você tem pouco conhecimento. Não obter ajuda ou esperar muito tempo pode matar uma empresa.

A maioria das pessoas que começa um negócio o faz porque é boa na área técnica ou na área de vendas. Se você conhece a melhor maneira de fazer um website, então sua força está na produção e é aí que seu tempo deve ser gasto.

Contrate uma empresa externa ou consultor para cuidar das vendas e do marketing e, em seguida, contrate uma empresa interna quando puder pagar alguém em tempo integral. Não seja algo para sua empresa que você não é. Isso só vai te segurar.

Os três grandes problemas que as pessoas gostam de enfrentar, mas geralmente têm menos conhecimento, são as questões legais, questões de contabilidade/escrituração e questões de operações diárias.

As chances são de que essas três coisas são o seu elo mais fraco, então, se você não tem um parceiro com experiência nesses assuntos, esteja preparado para obter ajuda o mais rápido possível. É preferível que você faça isso antes de abrir um negócio.

Embora seja uma boa ideia procurar esses problemas a qualquer momento, o final de ano ou estação é um excelente intervalo de negócios para ter certeza de que você não cometerá esses erros.

Reserve um tempo, ou encontre tempo, para corrigir esses problemas. Se você não sabe como reverter os problemas, peça ajuda.

Se você realmente não tem tempo suficiente para descobrir se você tem esses problemas ou sabe que eles existem e não consegue separar-se por tempo suficiente para fazer isso direito, peça ajuda.

Enfim, fique atento aos 8 erros listados acima e torne-se cada vez mais um administrador competente. Cresça e apareça com o seu negócio, com a sua empresa.