6 maneiras de tratar o hipotireoidismo naturalmente

O hipotireoidismo ou baixa função da tireoide é uma epidemia silenciosa, de acordo com muitos médicos funcionais. As pessoas sofrem há anos com os sintomas que o sistema médico convencional muitas vezes não consegue tratar porque as queixas parecem dispersas ou vagas e muitas vezes não há pílulas para a doença.

Pior de tudo, na maioria dos casos, o hipotireoidismo tem pouco a ver com um problema de tireóide. Está enraizado no sistema imunológico, que é perdido, mas a maioria dos médicos não testa anticorpos que mostram a presença de autoimunidade.

1. Gerencie as calorias

Reduza ou elimine a cafeína e o açúcar, incluindo os carboidratos refinados, como a farinha, que o corpo processa como o açúcar. Torne os carboidratos à base de cereais menos concentrados comendo vegetais sem amido no conteúdo do seu coração.

2. Adicione proteína

A proteína transporta o hormônio da tireóide para todos os tecidos e é consumida em todas as refeições, ajudando a normalizar a função da tireoide. As proteínas incluem nozes e avelãs; Quinoa; produtos de origem animal sem hormônios e antibióticos (carne orgânica, alimentada com capim, ovos e peixes de criação sustentável); e leguminosas.

Nota: não sou fã de soja e produtos de soja: tofu, leite de soja, carne falsa, barras energéticas, etc. Embora orgânica e não transgênica, a soja pode perturbar os receptores celulares e interromper o ciclo de feedback em todo o sistema endócrino (hormonal).

3. Gordura saudável

A gordura é sua amiga e o colesterol é um precursor das vias hormonais; se você receber gordura e colesterol insuficientes, pode piorar um desequilíbrio hormonal que contém hormônios da tireoide. As gorduras naturais e saudáveis ​​incluem o azeite; ghee; abacates; sementes de linhaça; peixe; nozes e avelãs; queijo gordo, iogurte e queijo cottage sem hormonas e antibióticos (sim, gordo, não gordo); e derivados do leite de coco.

4. Nutriente

Embora as deficiências nutricionais possam não causar hipotireoidismo, mesmo que não tenham o suficiente desses micronutrientes e minerais, podem piorar os sintomas: vitamina D, ferro, ácidos graxos ômega-3, selênio, zinco, cobre, vitamina A, vitaminas do complexo B e iodo.

Alguns destaques:

  • Os níveis ideais de vitamina D estão entre 50 e 80 ng/ml; qualquer valor abaixo de 32 afeta distúrbios da via hormonal.
  • Os ômega-3 encontrados em peixes, produtos à base de ervas, sementes de linhaça e nozes são os blocos de construção dos hormônios que controlam a função imunológica e o crescimento celular, são essenciais para a função da tireoide e melhoram a capacidade de responder aos hormônios da tireoide

5. Óleos essenciais

O tratamento natural da tireóide pode ser feito com o uso complementar de oleos essenciais que ajudam o organismo a regular os hormônios e equilibrá-los da forma correta.

Os óleos mais indicados para o tratamento da tireóide são: óleo essencial de hortelã-pimenta, óleo de mirra, cravo e cedro. Lembrando que todos podem ser usados em um difusor aromatizador muito usado em escritório de coworking com endereço fiscal em Jundiaí e outras cidades do Brasil, para ajudar através da inalação do aroma do óleo essencial.

6. Acessórios de âmbar

Os acessórios de âmbar têm sido muito difundidos entre pessoas que buscam tratamento natural para diversas doenças e apesar de ainda se saber pouco sobre as qualidades do âmbar, é dito que pode sim ajudar tratar alergias e algumas doenças inflamatórias.

Peças como a pulseira de âmbar costumam ser muito utilizadas para fortalecer o organismo, pois as propriedades naturais do âmbar atuam diretamente no sistema imunológico e consegue evitar as inflamações como dor de garganta e até resfriados.

Faça o teste e veja o que mais funciona para você e lembre-se, qualquer dúvida ou sinal de que algo não está funcionando, procure seu médico de confiança!

maneiras de tratar o hipotireoidismo naturalmente