Como fazer um plano de negócios? Guia completo 2022

A velocidade da mudança no capitalismo de hoje está abrindo oportunidades para nós todos os dias. Para o do mundo empreendedorismo, é necessária já ter uma mente preparada empreendedora. De acordo com o relatório anual do Global Entrepreneurship Monitor 2020, 23% da população economicamente ativa do Brasil se engajou em um novo negócio ou iniciou um negócio nos últimos 3,5 anos.

Para fins de comparação, nos Estados Unidos, símbolo do capitalismo empresarial, a taxa é de 17%. O empreendedorismo é uma das formas mais justas e eficazes de espalhar riqueza entre as pessoas. Com uma grande ideia, muito trabalho, pessoas dedicadas e um bom plano como estudo de viabilidade econômica, qualquer pessoa pode começar um novo negócio.

Assim, qualquer um pode buscar maior riqueza para si mesmo, atendendo a algumas das necessidades da população do entorno. Não que seja uma tarefa fácil ter plano de negócio, muito pelo contrário. Um relatório do SEBRAE de 2016 constatou que 42% das empresas fecharam em até 2 anos (excluindo MEI).

Plano de negócio: o que é

Por que a empresa do Brasil tem uma taxa de mortalidade tão alta? Um estudo de 2014 do SEBRAE também em São Paulo apontou que o principal motivo do insucesso empresarial é a falta de planejamento prévio. Nada menos que 55% dos empreendedores pesquisados ​​não elaboraram um plano de negócios antes de abrir uma empresa.

Um plano de negócios é uma ferramenta essencial para obter uma compreensão mais profunda do negócio que você deseja abrir e do mercado em que atua, podendo fornecer insights poderosos e até revolucionar a ideia original. Nada mais é do que um documento, produto de um período de reflexão e pesquisa dos sócios antes de iniciar a empresa.

É importante manter a calma

Há muitos benefícios em preparar um bom plano de negócios antes de iniciar um negócio. A principal delas é diminuir as chances dos parceiros se apaixonarem pela ideia e assim perderem a objetividade em suas decisões. Quando propomos um novo projeto, é tentador colocá-lo em um pedestal como se fosse uma solução engenhosa para os maiores problemas da sociedade. Quase nunca.

Esta é uma ilusão criada pelo excesso de confiança de um empresário no valor de suas ideias. Pode ser muito bom, mas poucos se tornam Google ou Uber. Um plano de negócios ajuda a manter os pés no chão durante o planejamento e execução do projeto, ele conterá os fatos e, mesmo que contenha alguns erros de calibração nas premissas (o que é bastante comum), ainda é uma estimativa melhor do que a imagem na mente do fundador.

Pode ser a diferença entre um projeto não ter sucesso e ser abortado a tempo, ou a persistência de um negócio sem futuro, que trará sérios prejuízos acumulados ao longo do caminho.

Tenha Planejamento triplo

Especificamente, como você implementará essa forma de negócios desenvolvido mostrado na etapa anterior? Quais são os recursos que você irá precisar? Como sua empresa cumprirá a missão? Como isso irá te trazer mais clientes?

Nós chegamos no plano triplo. Por que esse nome? Porque é preciso você planejar três formas no seu negócio: marketing, operações e finanças. É preciso você planejar essas formas de conforme os três níveis lógicos: tático, estratégico e operacional.

Veja também: Qual o melhor banco digital

Nesta fase, você poderá concluir partes de finanças, marketing e operações. Por Essas partes devem ser realizadas simultaneamente no espírito de ter plano global.

Por exemplo, se você escolher por querer anunciar no Facebook, isso pode afetar no calendário de marketing (seguimento de marketing), e também nas atividades que você tem costume e nas suas finanças (seguimento de operações), e nos seus custos de inicio e operacionais (seguimento financeira).

Ter uma Identidade visual para empresa

Nessa fase, é muito importante criar e pensar muito na sua identidade da sua empresa. Não irá apenas o diferenciar dos seus concorrentes, mas também irá ajudar a ter mais clientes e se tornar uma empresa memorável.

É também, os visitantes, os futuros clientes ou os futuros “fãs” iram precisar identificar de uma maneira fácil e rápida. Também saiba que todo esse processo de criar uma identidade não é difícil, quanto aparenta ser.

Existem muitos dos serviços online que conseguem fazer tudo isso, como a Logaster, irá vai te ajudar nesse processo. A Logaster irá te oferecer variados logotipos de uma forma gratuita em tamanhos pequenos, que você possa colocar nos demais produtos da marca.

Você também pode baixar para ver como a logo iria se encaixa no seu site, páginas de mídia social e muito mais. Além disso, os planos podem ser adquiridos com kits de marca que já irão te incluir posts de mídias sociais, cartão de visita e muito mais.

Plano de negócio: Faça uma Análise do mercado

A análise de mercado começa com a pesquisa do cliente. Se forem consumidores individuais, comece pela faixa etária, sexo, estado civil, renda, escolaridade, local de residência. Se for pessoa jurídica, o empresário deve listar áreas de atuação, produtos e serviços, número de funcionários, horário de funcionamento e capacidade de pagamento.

Mas a demografia não é suficiente. A pessoa que escreve o plano de negócios deve incluir os interesses e comportamentos do cliente, como quantidade e frequência de compras de produtos ou serviços similares, marcas preferidas, locais de consumo, preços médios pagos, qualidade percebida de serviço e produtos/serviços e prazos. Média de pagamento.

Como fazer um plano de negócios