Harmonização facial- afinal, o que você precisa saber?

O ser humano ama o belo e isso o faz se sentir melhor. Aliás, esse é um dos principais motivos para o aumento da procura pela harmonização facial. Cada vez mais pessoas estão em busca de procedimentos capazes de realçar sua beleza.

Logo de início já vale o alerta: não estamos falando de perfeição, mas de proporção e harmonia. Felizmente, há como corrigir detalhes! Quem se incomoda com o tamanho do seu nariz, pode procurar um especialista em Rinoplastia, por exemplo.

A verdade é que trazer equilíbrio para a face, tornando-a esteticamente mais bonita, é possível. Entretanto, você precisa estar seguro da sua decisão e alinhar bem suas expectativas. Leia o post e fique por dentro de tudo o que é importante sobre o tema!

O que é harmonização facial

A harmonização facial pode ser definida como o uso de técnicas cirúrgicas e não cirúrgicas, com o objetivo de modificar certas características para torná-las mais adequadas e proporcionais ao rosto

Ela pode ser feita para disfarçar sinais do envelhecimento, realçar traços ou até para se alinhar com a identidade de gênero do paciente. Quando ouvimos falar em harmonizar, é normal pensar em beleza. Acontece que não é só isso!

É claro que rostos harmônicos e proporcionais são mais atraentes, mas existem situações em que disfunções podem gerar deformações na face, como no caso de uma mandíbula deficiente.

Por que as pessoas buscam pela harmonização

Afinal, por que as pessoas estão procurando tanto pela harmonização facial? Há muitas possíveis razões, mas podemos dizer que tudo se resume ao desejo de se sentir bem e atraente

Em uma análise primitiva, somos programados para olhar e nos interessar por aquilo que é simétrico e bonito. A harmonia facial é vista como sinal de saúde e beleza, um padrão desejável e encanta a todos ao seu redor. 

Do ponto de vista médico, o que se busca é a proporção facial, ou seja, o equilíbrio e um senso subjetivo de normalidade. Para isso, usamos técnicas que corrigem detalhes e dão destaque ao que cada pessoa tem de mais bonito. 

A importância de entender que não existe perfeição

Harmonização e beleza são a mesma coisa? Embora os conceitos caminhem lado a lado, é preciso ter cuidado para que eles não se confundam ou, pior ainda, levem à busca pela perfeição.

Em resumo, os princípios básicos da harmonia facial praticamente são os mesmos de sempre. Por outro lado, padrões de beleza mudam o tempo todo e podem ser afetados por tendências culturais e geolocalização. 

Com isso, fica claro que aquilo que é bonito é subjetivo. Na verdade, todos temos belezas e a harmonização surge como um recurso para trazer mais proporção e equilíbrio.

Os principais métodos para harmonização facial

Esclarecidos esses pontos iniciais de extrema importância, podemos falar um pouco sobre os métodos mais utilizados na harmonização facial. Vale a pena destacar que qualquer procedimento deve ser feito por um médico especialista.

Tenha muito cuidado ao escolher o profissional, pois ele terá uma grande responsabilidade em mãos. Infelizmente, muitas pessoas enfrentam problemas e ficam insatisfeitas com os resultados de harmonizações realizadas por pessoas sem qualificação e experiência.

CIRÚRGICOS

A harmonização facial pode ser executada por meio de procedimentos cirúrgicos. Nesse caso, estamos falando de alterações de grande durabilidade e até permanentes, por isso devem ser realizadas por um cirurgião plástico. Confira!

Rinoplastia

A Rinoplastia é a cirurgia plástica mais realizada no Brasil e tem como principal objetivo corrigir imperfeições e modificar características no nariz que incomodam o paciente. As queixas mais frequentes são nariz largo, nariz com ponta bulbosa e ponta caída.

Cirurgia das pálpebras

Pálpebras caídas podem incomodar bastante. Exatamente por isso, milhares de pessoas procuram um cirurgião plástico para corrigir o problema e ter uma aparência mais jovem, bonita e harmônica.

Lipoaspiração da papada

A papada é o acúmulo de gordura na região do pescoço. Em alguns casos, ela pode ser muito evidenciada e isso pode afetar a imagem e estética da pessoa. Para solucionar o problema, é possível se submeter a uma lipoaspiração, o que melhora o contorno facial.

NÃO CIRÚRGICOS

Além dos procedimentos cirúrgicos, existem algumas intervenções que podem ser realizadas de maneira menos invasiva. Apesar de terem uma recuperação mais rápida, a maioria dessas alterações não são permanentes e podem demorar um pouco mais para surtir efeitos. Veja!

Botox

O Botox é um dos campeões quando falamos em harmonização facial. A toxina botulínica pode ser aplicada em diversas regiões da face, ajudando a corrigir imperfeições, a reduzir linhas de expressão e até a preencher olheiras.

Bioestimulação de colágeno

O colágeno é uma proteína indispensável para a saúde e beleza da pele. Existem procedimentos que estimulam nosso organismo a produzi-la e isso deixa o rosto mais jovem, bonito, sem manchas e linhas de expressão. Porém, os resultados podem demorar um pouco para aparecer.

Preenchimento labial

Muitas celebridades aderiram ao preenchimento labial e isso fez com que a procura por este procedimento aumentasse bastante. A intenção é melhorar o contorno nos lábios, corrigindo imperfeições e deixando-o com aspecto natural e harmônico.

Enxerto de gordura

O enxerto de gordura é um procedimento que visa minimizar imperfeições na face. Ele é muito usado para preencher espaços ou depressões, como no caso das bochechas sem volume e afundadas.

Conclusão

Este post trouxe informações essenciais sobre a harmonização facial. Depois de tudo o que apresentamos, fica claro que os procedimentos devem ser encarados como um recurso a mais a favor da beleza humana, realçando-a e não alterando a fisionomia.

Cada pessoa tem características únicas e isso é o que a torna especial. A medicina estética existe para destacar pontos fortes e disfarçar o que é pode te incomodar. Lembre-se de que não existe perfeição e alinhe bem suas expectativas antes de fazer qualquer alteração no rosto.

Harmonização facial