Vale-alimentação ou cesta básica, saiba qual o melhor benefício para a empresa

A empresa que oferece benefícios aos colaboradores, além dos previstos na CLT, com toda certeza se destaca na lista de lugares almejados e bons para trabalhar. 

Porém, embora haja diversos benefícios que possam ser disponibilizados em uma organização, os que são relacionados à alimentação e saúde são os mais desejados e podem surgir dúvidas em qual utilizar: vale-alimentação ou cesta básica. 

E mesmo que o vale-alimentação tenha se tornado um sucessor das cestas básicas em muitas organizações, é importante entender as distinções entre eles. 

E vale considerar que, quando se fala em vantagens para funcionários, faz toda diferença contar com uma empresa especializada em gestão de benefícios para facilitar e fazer todo esse processo de maneira eficiente.

Portanto, continue a leitura para não restar dúvidas quando surgir a pergunta: vale-alimentação ou cesta básica? Acompanhe! 

Vale-alimentação ou cesta básica são obrigatórios?

Uma questão importantíssima quando se fala em oferecer vale-alimentação ou cesta básica é saber se esses benefícios estão previstos na CLT e a resposta é não. Porém, eles se tornam obrigatórios se a empresa estiver vinculada a algum sindicato que estipule o seu pagamento por meio de acordo coletivos.

Vale lembrar que os dois benefícios fazem parte do PAT, que é um programa do governo de assistência alimentar e nutricional aos trabalhadores, onde as empresas têm a vantagem de ganho real a seus colaboradores, sem que ocorra custos de encargos sociais e com a possibilidade de haver desconto no Imposto de Renda.

Mas, mesmo que não sejam obrigatórios por lei, o vale-alimentação ou a cesta básica são benefícios que podem ser acordados entre colaboradores e empresas, e que trazem vantagens para as duas partes. 

E do mesmo jeito que é necessário saber sobre a obrigatoriedade em fornecer o vale-alimentação ou cesta básica na empresa, é igualmente importante saber a diferença entre eles, e é o que você vai entender a seguir. 

Quais são as diferenças entre vale-alimentação e cesta básica? 

Quais são as diferenças entre vale-alimentação e cesta básica

A principal diferença entre vale-alimentação e cesta básica está no formato em que esses benefícios são entregues para o colaborador.

A cesta básica é montada a partir das escolhas do próprio empregador. Sendo assim, ele leva em consideração os produtos que ele acha necessário para o funcionário. 

Já o vale-alimentação, que geralmente vem em formato de cartão alimentação, dá total autonomia para quem o recebe, já que disponibiliza várias opções, como a aceitação em diversos estabelecimentos.

Nesse caso, é o próprio colaborador que escolhe o que mais o agrada e ele ainda pode adquirir os suprimentos no decorrer de todo o mês, sem ficar preso somente aos itens que a empresa ofereceu.

Além disso, a logística do vale-alimentação é mais simples: a empresa contrata uma operadora de cartões, que disponibiliza o cartão já com o valor que será renovado todos os meses, com o pagamento sendo feito pela contratante.

Já a logística da cesta-básica é bem maior devido ao deslocamento no caso da entrega ter que ser feita na casa do funcionário, ou até mesmo se ele tiver que ser responsável pela retirada do conteúdo. 

Desse modo, deu para perceber que é bem mais prático oferecer o vale-alimentação para os colaboradores. Para esclarecer ainda mais, vamos falar sobre os ganhos para empresa e funcionários ao disponibilizar esse benefício. 

Vantagens do vale-alimentação para colaborador e empresa

O vale-alimentação traz vantagens para colaborador e empresa. Isso porque, como vimos, ele permite que os colaboradores possam realmente realizar suas compras com segurança, praticidade e eficiência. É uma excelente alternativa para otimizar o diferencial competitivo no mercado e melhorar o bem-estar dos trabalhadores da empresa. 

Vejamos as vantagens do vale alimentação:

Atração e retenção de talentos

Além da questão salarial, é comum ver profissionais procurando cada vez mais benefícios antes de aceitar uma oferta de emprego.

A garantia de benefícios como o cartão alimentação auxilia as pessoas a decidirem sobre determinada vaga, inclusive a se manterem nela quando surgirem outras oportunidades.

Incentivos fiscais

O PAT, que conta com o vale-alimentação, faz com que haja diminuição de despesas referentes à alimentação dos colaboradores e o valor concedido como crédito de auxílio alimentação não possui encargos trabalhistas e previdenciários. Desta forma, é possível conceder um benefício de ganho real aos colaboradores sem aumentos custos para a empresa.

Melhoria de produtividade

Quando o colaborador tem acesso a uma alimentação adequada proporcionando bem-estar, consequentemente há aumento da sua produtividade.

Da mesma forma, se a empresa demonstra que se preocupa com a saúde da sua equipe, ela se sente reconhecida no ambiente de trabalho.

Prevenção de processos judiciais trabalhistas

Os vales de alimentação jamais devem ser oferecidos em dinheiro por conta dos riscos trabalhistas.

Isso se deve ao fato de que, muitas vezes, essa quantia em dinheiro pode não ser usada para fins alimentícios. Outro problema seria o colaborador deduzir que esse montante recebido fosse parte do seu salário.

Vale-alimentação ou cesta básica: qual escolher?

Vale-alimentação ou cesta básica qual escolher

Como já dissemos aqui, o vale-alimentação é um benefício que possibilita que os funcionários comprem itens alimentícios em supermercados, padarias e outros locais do mesmo ramo. Ele tem um papel importante na relação entre o colaborador e a empresa, trazendo vantagens para ambas as partes. 

É normal que as empresas ofereçam essa vantagem como meio de motivar sua equipe. Além de ser um benefício bom para o trabalhador, proporcionando melhorias no seu planejamento financeiro.  

Muitas empresas optam, atualmente, por disponibilizar um vale-alimentação em forma de cartão no lugar da tão conhecida cesta básica. E sim, essa prática foi comum por muitos anos, e é possível encontrar gestores que não aderiram ao vale e ainda oferecem a entrega de alimentos nas empresas.

Mas é notável que seu uso caiu nos últimos anos e a escolha pelos cartões de alimentação simplifica a rotina financeira da empresa em relação ao que era na época de distribuição de cestas básicas.

Portanto, dentro de um plano de benefícios, o vale-alimentação é uma ferramenta que viabiliza ao funcionário o mesmo valor que ele receberia caso fosse utilizado outra modalidade, e com um custo bem menor para os negócios, já que assim, a empresa aproveita, a partir disso, alguns incentivos fiscais.

Vale-alimentação ou cesta básica