Empréstimo na conta de luz? Entenda tudo sobre o assunto!

Você já ouviu falar do empréstimo na conta de luz? Essa é uma modalidade que tem ajudado diversas pessoas de uma maneira bem simples. Confira no texto!

Você já ouviu falar em empréstimo na conta de luz? Para as pessoas que precisam de dinheiro de uma maneira rápida, pode contar diretamente com esse tipo de recurso.

O empréstimo na conta de luz nada mais é do que um empréstimo pessoal onde o valor das parcelas é acrescentado diretamente na conta de energia da residência.

Ou seja, o valor é somado ao total de consumo mensal da conta de luz, tudo em um só boleto.

Para ficar mais claro o entendimento deste recurso, vamos explicar tudo sobre ele. Dessa forma, além de saber mais um modo de solicitar um empréstimo de maneira simples, você pode ver se vale a pena ou não para a sua condição atual.

Acompanhe o conteúdo para saber mais!

O que é o empréstimo na conta de luz?

Há alguns anos, existem no mercado diversas possibilidades de solicitar um empréstimo com débito em conta de consumo.

Ou seja, isso nada mais é do que uma forma de pagamento diretamente na futura da luz que chega na residência mensalmente, somando com o valor do consumo de energia.

Por exemplo, em sua casa você gasta cerca de 60 reais de luz mensalmente e solicitou um empréstimo que deu cerca de 1000 reais, já com as taxas e juros, para pagar parcelas de 100 reais mensais.

No mês subsequente ao empréstimo, a fatura de luz que chegará em sua residência será de 160 reais — 60 reais do consumo mensal de energia e os 100 reais são do empréstimo solicitado.

Algo importante a ser dito para entender como funciona o empréstimo na conta de luz é que a parcela máxima é, normalmente, limitada a duas vezes o valor máximo da conta de energia elétrica. Isso é o que ajuda a eliminar a possibilidade de inadimplência.

Como solicitar o empréstimo na conta de luz?

Para fazer uma solicitação como essa é bom você entender que existem algumas regras que precisam ser seguidas:

  • Ter mais de 21 anos;
  • Ser titular da conta de luz;
  • Ter conta bancária;
  • Estar em dia com todas as contas de luz;
  • Verificar se a concessionária elétrica da sua cidade oferece essa possibilidade;
  • Avaliar quais empresas oferecem esse tipo de serviço;

É importante destacar que o empréstimo com desconto na conta de luz requer a existência de uma conta bancária, pois a empresa precisa depositar o dinheiro diretamente nela. Além disso, a titularidade da conta deve ser a mesma da energia elétrica.

De modo geral, para ter o perfil aprovado na análise de crédito, você deve ter mais de 21 anos e menos que 79 e estar com todas as contas anteriores pagas.

Portanto, caso tenha alguma conta de luz em atraso, é bom que seja regularizado antes de fazer a solicitação, senão não haverá aprovação no empréstimo.

Cada empresa que realiza esse tipo de empréstimo em conta de consumo apresenta um valor diferente para emprestar.

Porém, a quantia oferecida gira em torno de 500 a 2500 reais e o seu prazo de pagamento é de até 18 meses.

Esse modelo de empréstimo vale a pena?

O primeiro cuidado para saber se essa modalidade de crédito vale ou não a pena é entender quais tarifas serão cobradas.

Mesmo sendo uma proposta mais atraente que o empréstimo pessoal, cheque especial ou rotativo do cartão de crédito, é importante fazer o cálculo correto das parcelas.

Outra maneira de auxiliar você com os cálculos é descobrir o preço final do seu empréstimo, considerando todas as taxas que serão aplicadas, e avaliar se é um negócio viável para você no momento.

De fato, isso pode ser vantajoso quando se busca um valor não muito alto, como 1500 a 2000 reais, que seja liberado de maneira rápida em sua conta.

Para quem está com o nome restrito e precisa de dinheiro para quitar alguma dívida, essa pode ser uma boa opção.

O mais importante disso tudo é não esquecer que a sua conta de luz ficará mais cara nos próximos meses. Portanto, caso a utilização de energia em sua causa aumente ou o preço suba por algum motivo, esse impacto pode afetar o seu planejamento.

Avalie todas as situações possíveis antes de fechar o negócio e veja se vale a pena esse modelo de empréstimo.

Empréstimo na conta de luz