Criptomoedas promissoras para investir ainda em 2021

Veja quais criptomoedas ainda podem crescer de valor no último trimestre do ano

criptomoedas

O ano de 2021 chegou à sua parte final, mas ainda reserva excelentes oportunidades de investimento. Quando o assunto são criptomoedas, cujo mercado é conhecido pelas suas valorizações exponenciais, as oportunidades são ainda mais evidentes.

Afinal, existem mais de 10 mil criptomoedas espalhadas ao redor do mundo que podem ser negociadas em qualquer exchange. Porém, a amplitude de opções pode dificultar a escolha e, em último caso, fazer o investidor perder dinheiro. Por isso, conheça agora as cinco criptomoedas mais promissoras para investir em 2021.

Solana (SOL)


A blockchain Solana é uma rede que apresenta como diferencial o alto número de transações: até 50 mil por segundo. Em comparação, o Ethereum e o Bitcoin só conseguem realizar 30 e sete transações por segundo, respectivamente.

Dessa forma, a Solana é uma rede que tem capacidade de suportar um grande volume de operações e ser utilizada no dia-a-dia. A rede também presenciou uma série de mudanças importantes, como a adição de contratos inteligentes à sua rede.

Hoje, a Solana é vista como uma das maiores concorrentes do Ethereum no mercado. Consequentemente, o token SOL teve um forte crescimento de preço, atingindo valorizações superiores a 6.000% desde 1 de janeiro de 2021. Com as novas tecnologias que estão por vir, a Solana tem potencial de registrar valorizações ainda maiores.

Ethereum (ETH)


Por falar em Ethereum, a segunda maior blockchain do mercado ainda é amplamente utilizada. A Ethereum é a base para construção de contratos inteligentes, além de executar a maioria dos projetos de finanças descentralizadas (DeFi) e também os tokens não fungíveis (NFT).

Além de ser líder nesses segmentos, a Ethereum realizou diversas melhorias ao longo do segundo semestre. Nesse sentido, a principal delas foi a atualização London, que trouxe o mecanismo de queima de taxas para a rede.

Em outras palavras, a rede passou a destruir parte dos tokens Ether (ETH) pagos como taxas de transação. Com essa destruição, a quantidade de ETH no mercado diminuiu, ao passo que a oferta pelo ETH tende a continuar crescendo. O preço do ETH, por exemplo, teve alta de 367% neste ano, chegando a superar os US$ 4.000.

Bitcoin (BTC)


Uma lista sobre criptomoedas promissoras não pode deixar de fora o BTC. A primeira criptomoeda funcional da história ainda possui a rede com mais usuários, maior valor e mais adoção entre os grandes investidores.

Esses números evoluíram em 2021 a ponto do BTC chegar a valer quase US$ 64 mil, sua maior cotação da história. Parte dessa demanda foi oriunda de grandes fundos de investimento, cujos gestores começaram a adquirir a criptomoeda. Bancos e grandes bilionários também adicionaram BTC em seus portfólios.

Apesar da forte correção no preço, o BTC ainda acumula valorização de 64% em 2021, de acordo com dados do TradingView. No entanto, os fundamentos do BTC não foram alterados durante este período — inclusive ficaram até mais fortes. A rede sobreviveu a ameaças de governos, como a proibição da mineração estabelecida pelo governo da China em junho.

Além disso, dados históricos apontam que os maiores ciclos de alta no preço ocorrem no último trimestre. Esse padrão aconteceu em 2017 e também em 2020. Portanto, o cenário do BTC para o longo prazo continua bastante positivo, tanto como tecnologia quanto como investimento.

Cardano (ADA)


Com o lançamento da atualização Alonzo, a Cardano agora já oferece suporte a tecnologias mais avançadas. Entre as mais aguardadas estão as DeFi e a criação de NFTs. A expectativa com essas implementações acabou por beneficiar muito o preço do token ADA.

De acordo com dados do TradingView, o preço do ADA disparou 1.226% em 2021 — e isso antes do lançamento da Alonzo. Agora que a Cardano possui novas funcionalidades, a rede se apresenta como uma alternativa a gigantes como Ethereum e Binance Smart Chain. Caso a Cardano tenha êxito em conquistar uma fatia desse mercado, o ADA pode experimentar novos recordes no médio prazo.

Avalanche (AVAX)


Por fim, a Avalanche é a rede mais nova desta lista, tendo sido lançada em 21 de setembro de 2020. Ela é uma plataforma blockchain que já possui suporte para contratos inteligentes, além de possuir transações muito rápidas. A rede conta com 200 projetos, 1.000 validadores e 600 mil usuários em todo o mundo.

A Avalanche é mais uma rede a entrar na concorrência entre DeFi, NFT e contratos inteligentes. De fato, os lançamentos mais recentes da rede em termos de projetos DeFi impulsionaram o preço do token.

Com apenas um ano de funcionamento, a rede, bem como o token AVAX, apresentaram um crescimento muito elevado. Hoje, o token ocupa a 11ª posição entre os mais valiosos do mercado, segundo dados da plataforma CoinMarketCap. Sua valorização em 2021 chega a 1.859%.