5 fatos sobre a restauração dentária

Dentre os procedimentos mais procurados nas clínicas e consultórios odontológicos, está o tratamento de restauração dentária.

fatos sobre a restauração dentária

Isso porque é um tratamento primário com o objetivo de devolver uma boa estética para o sorriso e corrigir alguns problemas estruturais.

Alguns dos nossos hábitos, como uma alimentação industrializada e rica em açúcar, aliado a uma higienização incompleta, tornam nossa boca porta de entrada para microrganismos que podem causar o desgaste dental.

Portanto é essencial um acompanhamento com rotina a um dentista, além de estar atento à higiene bucal, prevenindo problemas que possam deteriorar os dentes.

Este artigo tem como objetivo explicar o conceito de restauração dental, como funciona e em que momentos ele pode ser preciso.

1. O que significa restaurar os dentes?


O processo de restauração significa reconstruir os dentes em alguma deformação, seja ela proveniente de fratura ou de cárie.

Além disso, visa devolver tanto a estética do sorriso quanto as funções de mastigação, que podem estar comprometidas tanto por um alinhamento incorreto, ausência de partes do dente ou até mesmo pelas dores causadas.

Recentemente as buscas por quanto custa restauração de dente com porcelana aumentaram significativamente, mostrando que as pessoas têm demonstrado preocupação quanto à saúde bucal e entendendo a importância de cuidar da saúde bucal.

2. Quando é necessário realizar o procedimento?


A principal responsável por tornar necessário a restauração é a cárie, uma doença bucal que se caracteriza pela deterioração das estruturas dentais.

Sendo assim, a cárie afeta os dentes a partir do momento que as bactérias começam a se desenvolver, abrindo então buracos, causando dores e comprometendo as condições naturais.

Outra circunstância que requer a restauração é quando o indivíduo tem alguma fratura ou trauma que interfiram na função e estética da arcada.

Uma condição comum de trauma, relacionada com problemas de ansiedade, fez com que as buscas por aparelho para bruxismo onde comprar aumentassem.

Isso porque o bruxismo é um distúrbio que causa um ranger de dentes involuntários, principalmente durante o sono, desgastando primeiro e esmalte e se não cuidado atingindo as partes internas.

3. Tipos de restauração e como funcionam


Existem dois tipos de procedimentos de restauração, e eles dependem da extensão do reparo que precisa ser realizado.

Ambas têm a similaridade de realizar uma remoção da área afetada, realizar uma limpeza no local e após isso cobrir falhas nas estruturas com um material específico para a situação.

Na restauração direta, o procedimento é realizado no próprio consultório, por se tratar de uma intervenção mais simples, podendo ser usado como material o amálgama (liga de mercúrio, zinco, cobre, estanho e prata) ou a resina.

Este material é usado também na lente de contato de resina, pois possuem a coloração muito próxima da coloração natural de um dente saudável.

Já a restauração indireta, se faz necessária quando os estragos são maiores, ou um acidente com grande perda de estrutura, ou uma cárie mal tratada que já destruiu boa parte do interior do dente.

Nesse caso, é realizada uma análise da estrutura dental e enviado a um laboratório para confecção de uma prótese, que pode ser de outros materiais como ouro, prata, porcelana ou mesmo de resinas.

A prótese fixa sobre implante é uma alternativa para os casos em que além da perda do dente a raiz também foi comprometida.

4. Cuidados pós restauração


Por se tratar de um reparo, a condição do dente passa a ser revitalizada, requerendo cuidados básicos como aqueles que devemos ter com a dentição primária, evitando que o tratamento seja perdido e tenha que voltar a clinica implante dentário.

Esses principais cuidados incluem:

  • Respeitar o tempo de secagem;
  • Cuidados diários com higienização para evitar manchar o material;
  • Cuidados com uma alimentação que não interfira na durabilidade;
  • Revisão da restauração pelo menos 2 vezes ao ano.

5. Tempo de duração


Uma vez que todos os cuidados foram tomados, a durabilidade tende a ser de anos. Isso porque os materiais utilizados são muito duráveis e podem ser conservados por um longo período.

Isso dependerá muito mais dos hábitos da pessoa, uma vez que o principal responsável por um tratamento ter que ser refeito é o fato do material não ser bem cuidado.

Alguns alimentos após ingeridos reagem de forma muito rápida com os materiais utilizados, gerando manchas e novos desgastes.

Portanto seguindo todas as orientações do profissional que realizou o procedimento, a tendência é permanecer por um longo período com o sorriso em dia.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.