Os 3 principais tipos de dispensers para papel higiênico

Suporte certo ajuda a evitar o desperdício. Conheça os modelos mais populares do mercado antes de escolher o mais adequado para o seu ambiente.

principais tipos de dispensers para papel higiênico

Os suportes para papel fazem parte do nosso dia-a-dia, pois praticamente todas as empresas e estabelecimentos comerciais usam esse recurso nos banheiros. O motivo pelo qual esses dispensers se tornaram tão populares é o objetivo pelo qual eles foram inventados: evitar o desperdício.

Quem gerencia alguma empresa sabe que cada economia faz diferença no orçamento, especialmente a longo prazo. Assim, mesmo um item relativamente barato, como o papel higiênico, importa. Toda estratégia para otimizar os recursos é bem-vinda e é nesse ponto que entra o acessório que dá tema a este texto.

No entanto, não basta usar qualquer dispenser, é necessário escolher um que seja adequado tanto para o seu espaço quanto para o tipo de refil que você vai utilizar. Caso contrário, ao invés de economizar, o suporte pode fazer o efeito contrário. Quem nunca foi puxar um pedacinho de papel e saiu com um monte na mão?

Se você é o responsável por tomar esse tipo de decisão no seu estabelecimento, é importante conhecer os principais tipos de suporte disponíveis no mercado para fazer uma boa escolha. Fizemos uma lista que vai te ajudar.

Dispenser tipo rolão


Como o nome sugere, esse é o suporte perfeito para aqueles rolos gigantes de papel higiênico, que podem ter 200, 300 e até 500 m. Não é recomendado usar papel higiênico convencional nesse tipo de dispenser, pois ele foi projetado para os tamanhos maiores.

Esse tipo de dispenser é perfeito para lugares com grande circulação de pessoas, pois como o rolo é grande, você não vai precisar trocá-lo a toda hora. Dependendo do movimento, o papel nesse suporte pode durar por vários dias, mesmo em shoppings e grandes restaurantes.

Se a sua opção for por uma acessório desse tipo, é importante ficar atento ao sistema de rolamento e prefira aqueles independentes, que facilitam a retirada do papel. Rolamentos de má qualidade podem picotar o papel quando o rolo está cheio, já que ele acaba ficando pesado, o que pode significar desperdício.

Dispenser tipo rolinho


Esse acessório é bem parecido com o de cima, mas tem um tamanho menor, o que quer dizer que você pode fazer a reposição com o papel higiênico convencional. Ele é indicado para estabelecimentos menores, como pequenas clínicas ou escritórios.

Apesar de também servir para colocar o papel higiênico normal, que você pode comprar na farmácia ou no supermercado, o dispenser é melhor que o suporte tradicional, principalmente porque evita que os rolos sejam roubados. Em locais onde circulam muitas pessoas, isso acontece mais do que você imagina.

Dispenser cai-cai


Esse também é um tipo de suporte muito indicado para estabelecimentos menores e funciona como um dispenser interfolhas, ou seja, libera uma folha por vez, sem que seja necessário cortá-los.

É um bom modelo para economizar papel, desde que o refil utilizado seja de boa qualidade. Caso contrário, a pessoa tende a puxar vários de uma só vez e o barato pode sair caro. Aliás, para todos os dispensers, a dica é investir em papel de boa qualidade, de preferência com folha dupla.

Extra: dicas para não errar


Além de escolher um modelo que seja adequado ao fluxo de pessoas do seu ambiente, é importante investir em suportes de boa qualidade, que não vão abrir ou quebrar com facilidade.

Para definir o melhor tipo de abertura, pense no seu público. Os com chave podem ser boas ideias para locais públicos, mas podem virar um problema caso você perca a chave. É uma boa ideia investir em suportes que vêm tanto com a opção da chave quanto do botão lateral.

Quase nunca o modelo mais barato do mercado é a melhor opção. Não precisa ser o mais caro, mas preste atenção no acabamento e na resistência das peças. Considere também a facilidade de adquirir peças para manutenção, já que imprevistos acontecem, especialmente se muita gente usa aquele banheiro.