Odontologia do esporte, qual o impacto na saúde bucal

A prática de esportes pode impactar a vida das pessoas de diversas maneiras, especialmente para aqueles que praticam profissionalmente. Um dos pontos que podem ser impactados, mas que pouca gente sabe, é a saúde bucal. Por isso, selecionamos, neste artigo, diversos aspectos para você entender melhor como funciona a odontologia do esporte.

Odontologia do esporte

O que é a odontologia do esporte?


De modo geral, a odontologia do esporte é uma área de estudo que visa a realização de estudos para entender o impacto da saúde bucal para a prática de esportes, e vice-versa, tanto para o lado negativo como para o positivo.

Nessa linha, estudos realizados por pesquisadores e cientistas laboratoriais englobam as formas como os especialistas podem desenvolver suplementos e instrumentos, como os protetores bucais e até mesmo aparelho invisivel, para que a prática de esportes não prejudique a qualidade da saúde bucal e o tratamento não acarrete em feridas.

Apesar de muitas pessoas não acreditarem que a saúde dos dentes e da boca, de modo geral, impactam diretamente a prática de esportes, principalmente para atletas de alto nível, essa é uma ideia que precisa ser discutida mais abertamente para a promoção da saúde geral.

Afinal, por conta do forte esforço físico que os atletas realizam durante a prática de suas atividades, independentemente do esporte que ele pratica, é fundamental que todo o organismo e o corpo estejam em perfeitas condições.

Isso significa que não só a cavidade, como a alimentação e as atividades precisam ser conciliadas para mais qualidade diária e nas práticas.

Como a saúde bucal afeta o corpo?


A saúde bucal, do corpo e da mente estão totalmente conectadas. Quando uma delas está prejudicada, é natural que as outras sejam afetadas.

Antes de falar sobre os impactos diretos e problemas que acometem a boca e os dentes, e como eles afetam o restante do corpo, é importante destacar quais são os problemas mais comuns na cavidade, e que devem ser evitados. São eles:

  • Cáries;
  • Doenças gengivais;
  • Acúmulo de bactérias;
  • Perda de dente.

Além desses problemas, a realização de procedimentos odontológicos, como um clareamento dental, também pode afetar a rotina e o restante do corpo, já que são tratamentos que necessitam de cuidados, medicações e acompanhamento.

Agora, pensamos na seguinte situação: um atleta está com uma doença gengival, como a gengivite. Essa é uma doença que traz uma série de sintomas, como inchaço, dor de dente e febre, podendo trazer até dores em outras regiões por conta da sensibilidade.

Com o surgimento desses sintomas, naturalmente, o atleta tem de ficar em repouso até que eles passem e o tratamento seja realizado.

Com isso, ele perderia treinos e pode correr o risco de perder alguma competição importante no esporte que ele pratica.

Diversos outros problemas podem impactar no bem-estar geral, como bruxismo, perda dental e DTM’s (Disfunção da Articulação Temporomandibular), que podem fazer com que o rendimento decaia, impactar na nutrição correta ou mesmo na necessidade de tratamentos mais invasivos.

Prática de esportes impacta na saúde bucal?


O contrário também pode acontecer, em diferentes casos. Esportes que envolvem contato direto, com luta, futebol americano, entre outros, pode fazer com que os dentes sejam acertados, causando, inclusive, a perda de alguns deles, sendo necessário a utilização de um implante dentário.

Além disso, por conta do forte desgaste gerado pela prática de esportes em alto nível, o organismo precisa de maiores esforços para se recuperar, o que acaba deixando esses atletas, muitas vezes, mais vulneráveis a outras doenças, como as bucais.

O uso recorrente de isotônicos e suplementos também podem afetar a saúde bucal, alterando a mucosa e favorecendo inflamações se as devidas medidas não forem tomadas.

Restrições em tratamentos


Outra maneira de você perceber a relação da saúde bucal com a prática de esportes é entender que existem diversas recomendações ou restrições dos dentistas quando os atletas estão em tratamentos bucais.

Se uma pessoa está, por exemplo, fazendo tratamento com aparelho dental invisivel, é fundamental que elas tenham cuidados ainda maiores com as práticas das atividades e com os hábitos de rotina.

Nesses casos, é recomendado que as pessoas reforcem a higienização e usem protetores bucais sempre que participarem das atividades, reduzindo o risco de choques e fraturas dentárias.

Além disso, ao buscar sobre quanto custa lente de contato dental, o atleta também poderá encontrar diversas recomendações feitas pelo profissional para manter a estrutura e a cavidade em sua integridade.

Deste modo, o acompanhamento com o odontologista do esporte se mostra fundamental, verificando as necessidades diretas da equipe.

Inclusive, o acompanhamento deve ser feito por todos, independentemente de ser um atleta. Entretanto, por conta do maior risco que existe na categoria, os cuidados devem ser ainda maiores.

Dessa maneira, se o profissional está em tratamento com uma lente de contato dental, é preciso ficar atento com as orientações dos especialistas, melhorando os cuidados diários para que o tratamento seja efetivo e a saúde não seja prejudicada.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Networkflow, especializada em materiais para network, empreendedorismo e dicas para a saúde e qualidade de vida.