Tipos de caminhões e suas capacidades

Em nosso país, o caminhoneiro é fundamental para promover o desenvolvimento econômico. Afinal, a maior parte dos produtos comercializados é transportada por estradas e ruas dos mais diferentes locais. Portanto, os tipos de caminhões e suas capacidades no mercado variam muito. São tantos os tipos, que quem quer entrar no ramo, diversificar clientes ou até aumentar a frota precisa entender as características de cada veículo pesado para tomar melhores decisões. Isso determinará a carga que pode ser transportada e o público que deseja atender.

Caminhão

Portanto, se você pretende comprar um caminhão ou é apenas um apaixonado por essas grandes máquinas, verifique as peculiaridades dos seguintes principais tipos de caminhões e suas capacidades a serem comercializados no mercado brasileiro.

Tipos de caminhões


Veja a seguir quais são os tipos de caminhões mais conhecidos, é o complemento logo a seguir sobre os caminhões e suas capacidades.

Caminhão de carga leve e simples


Caminhões leves são veículos de transporte de carga com comprimento de até 14 metros, dois eixos ou conjunto de eixos e peso bruto total de até 25,5 toneladas. Além disso, são veículos monoblocos, ou seja, não há articulação entre a cabine e a carroceria.

Existem três tipos de caminhões de bloco único.
 

Caminhões de carga pesada


Na verdade, um caminhão com grande capacidade de carga é apenas uma unidade de trator, composta por um engate (chamado de quinta roda) no chassi e motor. Nesta montagem, um semirreboque é interligado para o transporte de mercadorias. Portanto, sua capacidade de carga também depende do tipo de implementação utilizada.

Cavalo Mecânico ou caminhão extrapesado


Um cavalo mecânico simples (ou caminhão trator) é um veículo automotor usado para transportar cargas que são muito pesadas, funciona como um rebocador e possui apenas um eixo de tração.

Cavalo Mecânico Trucado ou LS


A diferença entre um cavalo mecânico trucado e um cavalo mecânico simples é que existe um conjunto de eixos de tração (truck) para lhe dar tração, que pode suportar um semirreboque mais pesado.

Esses veículos automotores são os principais para transportar cargas mais pesadas. Portanto, em poucas palavras, os caminhões se dividem em:

  • Cavalos mecânicos;
  • Cavalos mecânicos trucados;
  • Caminhões pesados ou trucados;
  • Caminhões semipesados;
  • VUCs.

Os caminhões pesados, além de cavalos mecânicos, ​também oferecem a possibilidade de serem usados ​​como unidades de trator para implementações, para formar uma Composição de Veículos de Carga. Veja o que isso significa a seguir:

Composições de Veículos de Carga (CVC)


Acontece quando a carreta é composta por mais de um veículo, ou quando o caminhão está rebocando uma unidade de carga ou mais, denominamos essa forma de composição, mais especificamente “Composição de Veículo de Carga (CVC)”.

CVC é um grupo de veículos articulados, constituído por uma ou mais implementações rodoviárias (reboques ou semirreboques) conectadas a um trator, que pode ser um caminhão pesado ou um cavalo mecânico.

Além de respeitar o comprimento e o peso máximos permitidos pela legislação, esses componentes também devem estar em conformidade com o CMT do caminhão. Em alguns casos, quando a composição é muito longa ou pesada demais, uma Autorização Especial de Trânsito (AET) é necessária para poder circular de acordo com o horário e a rota prescrita pelas autoridades.

Toco ou caminhão semipesado


Esse semipesado é denominado "Toco". É um veículo de carga não articulada com comprimento máximo de 14 metros. A roda traseira tem apenas um eixo e pode ter até seis pneus (quatro rodas traseiras - eixos duplos - e dois na frente).

Truck ou caminhão pesado


O truck é como todos sabemos, um caminhão é um conjunto de dois ou três eixos de rodas conectados em série. O caminhão pesado também está limitado a 14 metros, mas é um trucado e está equipado com um conjunto de eixos longitudinais na parte traseira, o que lhe confere maior capacidade de carga. Também pode ser usado como unidade de trator de uma composição.

Veículo Urbano de Carga (VUC)


VUC (Veículo Urbano de Carga) é uma classificação criada pela Prefeitura de São Paulo para caminhões 3/4 autorizados a circular nas áreas restritas da cidade.

De acordo com o regulamento da Secretaria Municipal de Transportes nº 31/2016, seu tamanho é limitado a uma largura máxima de 2,20 metros e um comprimento máximo de 7,20 metros. Além disso, devem ser fabricados a partir de janeiro de 2005. Esse nome se tornou a base para outras cidades do país restringirem a circulação de caminhões na cidade.

Capacidades dos caminhões


O segundo objetivo de nosso artigo é informar a capacidade de carga dos diferentes tipos de caminhões. A partir deste tópico, você terá o conhecimento completo dos tipos de caminhões e suas capacidades.

Caminhões de carga leve


Como já vimos, os caminhões de cargas leves são VUC e caminhões monoblocos simples, com até 14 metros de comprimento. Seu peso bruto total varia de acordo com a configuração do eixo, além da Capacidade Máxima de Tração definida pela montadora também deve ser considerada, que até pode ser menor.

Geralmente, as capacidades de caminhões leves são as seguintes:

  • Máximo de 3 toneladas para VUCs;
  • Máximo de 6 toneladas para caminhões semipesados;
  • Máximo de 14 toneladas para caminhões pesados.

Porém, essas capacidades são definidas mediante ao modelo do veículo. Portanto, para saber o valor exato da medição, você deve primeiro consultar o manual do proprietário. Além disso, deve-se observar o peso total que o Denatran permite. Esses valores são definidos pelo número de eixos e seus tipos.

Confira a seguir a configuração de eixos fornecida pelo órgão e o Peso Bruto Total correspondente:

  • Dois eixos direcionais simples e um truck com dois eixos duplos: 29 toneladas;
  • Dois eixos direcionais simples e um truck com um eixo simples e um duplo: 25,5 toneladas;
  • Dois eixos simples (uma roda em cada ponta): 12 toneladas;
  • Um eixo simples e um eixo duplo (duas rodas em cada lado): 16 toneladas;
  • Um eixo simples e um truck de dois eixos duplos: 23 toneladas;
  • Um eixo simples e um truck de um eixo simples e um duplo: 19,5 toneladas.

Caminhões de carga pesada


Assim como acontece com os caminhões de cargas leves, o processo de compreensão da capacidade de carga da composição de um veículo com um cavalo mecânico e um ou mais implementações começa com a consulta ao manual do usuário. Somente a montadora pode dizer exatamente o potencial que foi projetado para o modelo.

A diferença é que haverá pelo menos duas consultas: uma para cavalos mecânicos e outra para semirreboques e reboques para entender a capacidade total suportada pela composição. Então, deve-se prestar atenção às limitações do Denatran. De acordo com a configuração do eixo do veículo, os seguintes valores máximos para cada composição são esperados:

  • Bitrem: até 74 toneladas;
  • Carreta 3 eixos espaçados e cavalo trucado- 53 ton
  • Carreta cavalo trucado com dois eixos direcionais: até 54,5 toneladas;
  • Carreta com três eixos: até 46 toneladas; 48,5ton
  • Cavalo trucado carreta com dois eixos: até 40 toneladas;
  • Cavalo trucado carreta um eixo: até 33 toneladas;
  • “Romeu e Julieta”: até 57 toneladas;
  • Treminhão: até 70 toneladas;
  • Tritrem: até 74 toneladas.

Finalmente, esperamos que com todas as informações passadas acima, tenhamos conseguido esclarecer suas dúvidas sobre os principais caminhões de suas capacidades. Existe uma variedade grande de caminhões disponíveis no mercado brasileiro, para quem deseja adquirir um, pode ser um problema para fazer a escolha. Mas essa diversidade, é apaixonante para os amantes de caminhões.