Hábitos prejudiciais para a saúde bucal, conheça os alimentos e vícios que interferem na qualidade do sorriso

Cuidar da saúde bucal é um dever individual e necessário para que as pessoas consigam preservar a qualidade do sorriso e impeçam que doenças surjam e, consequentemente, se espalhem para outras partes do corpo. Nesse sentido, é crucial reconhecer hábitos prejudiciais para a saúde dos dentes de modo a evitá-los e manter a qualidade de vida.

Hábitos prejudiciais para a saúde bucal

Para manter a saúde bucal não é necessário práticas muito absurdas ou fora do comum. Desde pequenos, as recomendações dos dentistas são, basicamente, manter as práticas de higienização como escovar os dentes e utilizar fio dental após as refeições.

Também é importante escolher instrumentos de higiene que proporcionem uma limpeza qualificada, ou seja, escovas e cremes dentais recomendados pela classe médica para cada necessidade e que comprovadamente possuem qualidade na limpeza.

Entretanto, outra recomendação importante, que acaba sendo, muitas vezes, o fator de dificuldade, é em relação à alimentação e aos hábitos cotidianos que podem ser seriamente prejudiciais para a saúde dos dentes.

Alimentação


A alimentação tem um papel determinante para a qualidade de vida.

Existem diversos alimentos que são classificados como prejudiciais para a saúde, mas por conta do sabor, as pessoas têm dificuldades em rejeitá-los, principalmente pelo costume. Do mesmo modo, há alguns alimentos que têm seus efeitos conhecidos após o consumo.

Mais ainda, muitos dos alimentos que fazem mal para a saúde, também podem ser prejudiciais para a qualidade dos dentes.

Nesse sentido, é primordial conhecer alguns desses produtos, sendo que a classe alimentar mais prejudicial para os dentes são, principalmente, alimentos açucarados, como:

  • Balas;
  • Chicletes;
  • Pirulitos;
  • Chocolates;
  • Refrigerante.
Além do açúcar estar em grandes quantidades nesses e em outros alimentos, o que em si já é prejudicial, ele aumenta a proliferação de bactérias e causa danos à arcada dentária.

Mais ainda, esse é um elemento comprovadamente viciante, fazendo com que as pessoas o consumam sem conseguir parar.

Com isso, é natural que os dentes sofram ainda mais por conta do aumento da ingestão da substância, principalmente quando atrelado a uma má higienização bucal e outros aspectos como a acidez presente em produtos como o refrigerante.

Dessa maneira, a cavidade se torna propícia ao surgimento de doenças e problemas dentários, como cáries, aumento do tártaro, formação da placa bacteriana, entre outros.

Nesses casos, em que o consumo de açúcar é excessivo e os dentes foram prejudicados naturalmente, pode ser necessário algum tipo de tratamento de recuperação.

A lente de contato dental, por exemplo, é um instrumento muito utilizado em tratamentos dentários, ajudando na recuperação da qualidade dos dentes e fortalecendo-os, melhorando a aparência do sorriso, principalmente quando estão manchados, fracos e até trincados.

Dependendo da faixa etária e do tipo de problema, outros tratamentos podem ser importantes.

Para correções na mordida, por exemplo, causadas por condições diversas, como uso de chupetas na infância ou mesmo manias adquiridas durante a fase adulta que impactam em seu alinhamento, juntamente de uma má higienização bucal, o uso de aparelho ortodôntico pode ser recomendado e demandará atenção para que seja efetivo e tenha qualidade.

Esse é um tipo de tratamento eficaz, mas a longo prazo, independentemente do modelo de aparelho escolhido.

Na prática, existem diferentes estruturas que podem ser usadas para realizar a correção ortodônticos relacionados à mordida e a estruturação dos dentes. Entre os principais tipos de aparelhos há o fixo, o móvel e o aparelho transparente.

Como pode ser percebido, os alimentos não são os únicos fatores que demandam atenção e, desde a infância, alguns costumes podem afetar a qualidade dentária.

Contudo, nos tópicos a seguir, será possível conhecer alguns vícios que também podem alterar a cavidade bucal e seus impactos para a saúde.

Outros vícios prejudiciais


Além do vícios em alimentos específicos, especialmente os que possuem muito açúcar, existem outros que também são extremamente prejudiciais para o organismo e para os dentes, como veremos a seguir.

1- Tabagismo


O tabagismo é o vício mais simbólico nesse sentido. Além de causar diversas doenças, como o câncer, e fragilizar o organismo, o cigarro também pode ocasionar a podridão dos dentes.

Em casos graves, os dentes ficam totalmente escuros e apodrecidos, demandando procedimentos mais invasivos, como a extração dentária e o implante.

Já em casos considerados mais simples, em que o vício foi controlado e o dano se relaciona ao amarelamento da estrutura, o procedimento de clareamento dental pode ser o suficiente para recuperá-los.

2- Drogas


O vício em drogas também pode ser prejudicial para a saúde bucal, mesmo que nem sempre por uma ação direta.

Além da alteração da mucosa que pode ocorrer, muitas pessoas que possuem vício em drogas acabam abandonando os hábitos de limpeza e higienização.

Nesse sentido, os cuidados com a saúde bucal são prejudicados, fazendo com que os dentes apodreçam com o passar do tempo.

Muitos viciados em drogas, inclusive, acabam perdendo todos os dentes, justamente por esse consumo excessivo ao longo de muitos anos.

Nesse caso, apenas o implante dentário é a solução para recuperar os dentes perdidos, principalmente após o devido tratamento com o vício.

Importância do sorriso


Pode não parecer, mas ter um sorriso de qualidade pode fazer toda a diferença na sua vida.

Primeiramente, um sorriso bonito é capaz de, por si só, elevar a autoestima, gerando mais confiança.

Com isso, as pessoas são capazes de melhorar as práticas do dia a dia, justamente por estarem com a confiança elevada, além de poderem socializar com confiança e praticar as atividades de higienização.

Além disso, esse cuidado é também uma questão de saúde. Higienizar os dentes e a cavidade bucal é fundamental para evitar que doenças graves apareçam, prejudicando o organismo como um todo (desde os tecidos orais até mesmo inflamações no pulmão ou coração).

Nesse sentido, ter uma higienização de qualidade e tomar cuidados importantes com alimentos e evitar hábitos prejudiciais é essencial para obter uma saúde bucal duradoura, além de melhorar a saúde do organismo de modo geral.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações, dicas e conteúdos ricos sobre os cuidados com a saúde física e mental.