Guarda-roupa completo: o que não pode faltar no seu

Conheça seis peças imprescindíveis para o armário de homens e mulheres.

“Não tenho nada para vestir” é uma das frases mais comuns entre quem está procurando uma roupa e não consegue se decidir com aquilo já tem. Você já parou para pensar sobre o que é, de fato, essencial no que diz respeito às suas roupas? 

Guarda-roupa completo


Um dos maiores erros é achar que ter um guarda-roupa cheio fará com que esse tipo de escolha seja mais fácil. É preciso encontrar um equilíbrio entre o que você tem e o que você precisa. Em lugares como o Brasil, por exemplo, é imprescindível que se tenha peças leves para dias quentes.

Ter algumas peças básicas — que podem, inclusive, ser usadas em diferentes ocasiões — faz toda diferença na hora de montar qualquer look, masculino ou feminino.

Organizando seu guarda-roupa


Não é possível falar do que é essencial sem antes partir para uma organização básica no seu armário. Quem é bagunceiro(a) provavelmente terá mais dificuldade em encontrar as peças adequadas para cada situação, simplesmente por não conseguir achar aquilo que procura.

Para tanto, vale seguir os conselhos de Marie Kondo e começar a ordenar. O primeiro passo é separar o que é útil e o que você gosta de verdade entre objetos que não servem mais, que estão muito danificados ou que não estão afinados ao seu estilo. Doe o que puder: será positivo para você e para outras pessoas.

Depois daquela geral, separe as peças de acordo com algumas categorias: um lugar para as camisetas, outro para as calças, bermudas e shorts, peças que podem ser colocadas em cabides, etc. Arrumar o guarda-roupa é uma forma bem inteligente de tomar conhecimento do que você tem dentro dele.

Agora, com tudo no lugar, vamos falar das peças que não podem faltar nele, aquelas que são usadas no cotidiano e ainda as que, combinadas com outras roupas, podem criar um visual mais formal ou despojado, de acordo com a ocasião.

Camisa social


Para mulheres e homens, ter uma camisa social é algo necessário, principalmente para aqueles que trabalham em ambientes formais ou precisam encarar uma entrevista de emprego.

Para quem não tem nenhuma, a dica é investir em um modelo liso nas cores branca e preta, para não ter erro. Agora, se essa peça já está presente no seu cotidiano, vale ter algumas estampadas para conseguir variar.

Camisetas


Nesse caso também vale a dica dos modelos básicos preto e branco que poderão ser usados em um look mais casual, com uma calça jeans ou até mesmo em composições mais elaboradas, usando um blazer ou terninho. As famosas t-shirts são bem interessantes porque dão um ar jovial a quem as usa. Os modelos estampados com frases e desenhos são um exemplo certeiro disso. 

Bermuda


Peça não tão longa como uma calça e tampouco curta como um shorts, a bermuda é um modelo intermediário para ser usado em dias mais quentes. Para as mulheres, pode ser uma opção de peça a ser usada no trabalho, caso o ambiente não seja extremamente formal. A ocasião exigiria, no entanto, um corte mais reto, ao estilo alfaiataria.

Shorts


O shorts é uma peça totalmente despojada para momentos em que você não precisa se preocupar com o que está vestido — na praia, no parque, ou em uma despretensiosa saída com os amigos. No caso do público feminino, o modelo básico é o shorts jeans, que pode ser usado com todo tipo de camiseta ou blusinha. Já para os homens, os mais indicados são os shorts de sarja e os de moletom, que estão em alta.

Calça jeans


Queridinha de muita gente, a calça jeans é outra peça que não pode faltar no seu guarda-roupa. Dê preferência a peças com lavagens escuras e que sejam mais facilmente combináveis. Escolha apenas os modelos que sejam confortáveis para você. 

Blazer


Uma última peça curinga é o famoso blazer. Isso porque ele traz um ar formal ao look, mesmo se usado com uma peça despojada.

Para aqueles que querem dar uma revitalizada no visual ou ainda acrescentar um toque de sofisticação ao cotidiano, o blazer é a peça ideal.