5 dicas para não sofrer com o calor

Ações básicas podem fazer toda a diferença nos dias quentes. Confira como manter-se hidratado e veja as melhores dicas para escolher as roupas certas.

O Brasil é um país tropical e, em boa parte do ano, as temperaturas são elevadas. Entretanto, o termômetro tem marcado recordes nos últimos verões. Por isso, cada vez mais pessoas estão buscando soluções para conseguir manter o ritmo da rotina mesmo em dias muito quentes.

Calor

Usar tecidos leves é uma das principais dicas para encarar essa situação. Afinal, com uma roupa que esquenta e não ventila, é muito mais difícil permanecer focado no trabalho ou em uma reunião. Peças com tecnologia antissuor são grandes aliadas nesses momentos.

A seguir, confira cinco dicas para driblar o calor e veja quais são as melhores roupas para o período.

1. Hidrate-se com frequência


O suor é uma ferramenta biológica que permite a regulação térmica do organismo. No entanto, quando a transpiração é liberada, o corpo perde água e sais minerais. Assim, é importante fazer a reposição desses elementos, para que o organismo não seja prejudicado.

Algumas consequências comuns da desidratação são: tonturas, cãibras, dificuldade de concentração e maior chance de lesões musculares. Para evitar esses problemas, é importante beber água com frequência ao longo do dia, garantindo um organismo hidratado e em bom funcionamento.

Além da água mineral, suco natural, isotônico, chá gelado e água de coco são excelentes opções para repor a hidratação e variar as bebidas ao longo do dia, sem abrir mão de uma dieta saudável e balanceada.

2. Use roupas leves


Peças justas e com tecidos grossos não são uma boa escolha para o verão, que pede roupas leves e amplas. Por isso, vale separar um momento para escolher o look que será usado no dia seguinte, evitando escolhas equivocadas e desconfortáveis.

No ambiente de trabalho, os homens devem dar preferência às camisas sociais com fios mais finos, que proporcionam maior respirabilidade e toque macio. Já em locais informais, é possível usar shorts e camisetas regatas, por exemplo.

Enquanto isso, as mulheres podem apostar em vestidos, saias e macacões feitos com fibra natural, como algodão e viscose, por exemplo. Para escolher peças adequadas, de acordo com cada ambiente, basta analisar a modelagem.

Tecnologia termodinâmica


Além das peças comuns, vale investir em roupas com tecnologia antissuor. As camisetas da Insider, por exemplo, são feitas de modal e poliamida, tecidos que são mais respiráveis que o algodão.

As camisetas da marca possuem tecnologia termodinâmica, que equilibra a temperatura corporal. Também são antiodor e antissuor, evitando manchas constrangedoras embaixo dos braços. A Insider ainda desenvolveu uma t-shirt esportiva, com a tecnologia Outlast da NASA, que protege o organismo das variações de temperatura.

3. Opte por uma alimentação balanceada


Outro ponto que merece atenção redobrada em dias de calor extremo é a alimentação. Nesse sentido, é importante dar preferência aos alimentos leves e frescos. Saladas, grãos integrais, legumes e carnes brancas são boas opções.

Por outro lado, os pratos pesados devem ser deixados de lado. Isso porque esse tipo de refeição demora para ser digerida, podendo causar mal-estar ao longo do dia.

O armazenamento dos alimentos em casa também é um ponto a ser considerado no período. Afinal, as altas temperaturas podem acelerar o processo de degradação, fazendo com que estraguem mais rapidamente. Então, evite deixar a comida fora da geladeira, por exemplo.

4. Proteja-se da exposição solar


Algumas pessoas ficam muito animadas quando acordam e o sol já está raiando no céu. Entretanto, é preciso analisar a situação com cautela. Quando as temperaturas estão muito altas, o melhor a fazer é evitar a exposição solar.

Quem está viajando, por exemplo, deve proteger-se embaixo do guarda-sol, além de usar boné ou chapéu. Já no dia a dia da cidade, as pessoas precisam evitar andar pelas ruas desprotegidas nos momentos mais quentes, entre 10h e 16h.

5. Escolha as lâmpadas de LED


As lâmpadas incandescentes geram calor, por isso, aquecem os ambientes. Enquanto isso, os modelos de LED permitem que a temperatura continue natural nos cômodos.

Além disso, as lâmpadas de LED são conhecidas por contribuírem para a economia de energia e apresentarem maior durabilidade. Ou seja, optar pelo modelo traz muitas vantagens, entre elas, uma sensação térmica mais agradável nos dias quentes.