As vantagens de comprar um apartamento na planta

Aquisição pode ser muito mais vantajosa em comparação a um imóvel antigo.

A compra de um imóvel é um passo muito importante que uma pessoa pode dar e, por isso, deve ser avaliada criteriosamente para que não gere arrependimentos e gastos acima do planejado.

Apartamento

Há, diariamente, ao menos um lançamento pelo Brasil de um novo empreendimento a ser comercializado ainda na planta. Isso garante flexibilidade no pagamento e democratização da realização da casa própria.

Será que há algum benefício em comprar um imóvel ainda na planta, sabendo que ele pode demorar para ficar pronto? Confira a seguir algumas vantagens e desvantagens.

Economia


Ao comprar um imóvel ainda na planta, o proprietário economiza uma boa quantia de dinheiro se comparado ao valor de um imóvel pronto. Isso ocorre porque o imóvel ainda não está disponível para morar e, apenas depois de finalizado, é que retomará a valorização imobiliária.

Outro ponto bastante positivo é que o imóvel está com tudo novo, então vai demorar para que o proprietário precise investir em reparos e manutenções. Os imóveis novos também têm menos defeitos e vícios de infraestrutura, além de serem construídos com melhores tecnologias.

Se os condomínios antigos demandam reformas e reestruturações para substituir o porteiro pela biometria ou para incrementar o sistema de segurança, o mesmo não ocorre nos imóveis comprados em planta.

Democracia


Por ser um imóvel novo, todas as decisões que dizem respeito ao condomínio são tomadas “do zero” por todos os proprietários.

Dessa forma, torna- se mais fácil mudar ou alterar algo que não esteja do agrado de forma mais democrática e menos estressante.

Personalização


Antes de se mudar, o proprietário pode personalizar o apartamento segundo o seu gosto e necessidade. Como a maior parte do condomínio estará passando pelo mesmo processo simultaneamente, torna-se mais prático realizar a reforma antes de pegar as chaves. É possível substituir azulejos, pisos e cores das paredes sem correr o risco de incomodar algum vizinho ou mesmo gerar alguma multa por barulho ou sujeira.

Pagamento facilitado


A maioria das construtoras tende a ser flexível na hora de negociar o pagamento do imóvel na planta. Isso significa, por exemplo, que o proprietário pode negociar uma entrada maior e parcelas mensais menores ou o contrário: parcelas menores e um aporte maior na entrega do imóvel.

É possível, também, tentar uma melhor negociação na hora de financiar o imóvel, uma vez que ainda está sendo construído. Muita gente, acredite, acaba chegando ao fim da obra com o imóvel quitado ou algo próximo disso.

Documentação regulamentada


Uma das principais preocupações de quem adquire um imóvel diz respeito à documentação. É muito frustrante investir tempo, dinheiro e expectativa na aquisição da casa própria e depois descobrir que o imóvel não te pertence de fato por um problema de documentação.

No caso dos apartamentos na planta, esse risco é praticamente nulo, uma vez que as construtoras precisam seguir rígidas normas antes de iniciar a construção e comercialização do imóvel. 

Tempo e planejamento


O proprietário tem tempo para se ambientar à nova vizinhança e conhecer bem o que há ao redor da casa nova. Isso pode ser feito ao longo da construção, com visitas regulares ou mesmo mudando-se para a região a fim de conferir o que há por perto.

Há muitos lançamentos que ajudam a conectar pessoas e serviços, facilitando a ambientação com o novo bairro. É cada vez mais comum que um grupo do condomínio seja criado nos aplicativos de bate-papo antes mesmo de o prédio estar pronto. Essa amizade ajuda na tomada de decisões sobre o espaço compartilhado.