Crescimento turístico promove empreendimentos inéditos de "pé na areia" em Alagoas

De Norte a Sul do Estado de Alagoas, novos clubes de praia, bares de praia e receptivos geram tarefas e oportunidades.

Também em um ano marcado pela pandemia do novo coronavírus, o turismo em Alagoas continuou se expandindo, com destaque no mercado nacional e também no global, com novas ligações aéreas diretas para a Europa. 

empreendimentos inéditos de "pé na areia" em Alagoas


Por conta disso, o estado tem atraído novos investimentos financeiros, com destaque para os bares "pé na areia", como boates de praia e receptivos, que foram inaugurados no litoral de norte a sul do litoral alagoano.

Após doze anos de presença do Kanoa Coastline Club, renomado bar do litoral de Ponta Verde, em Maceió, a equipe optou por comprar mais um avanço, desta vez também maior, na Praia do Francês, no vizinho Marechal Deodoro. 

“Foi feita uma pesquisa entre os companheiros e concluiu-se que em francês a gestão municipal estava a fazer um trabalho muito bom em termos de instalações, saneamento básico, entre outros, o que tornava o litoral muito mais apelativo. Mas faltou o que os participantes gostariam de montar, um beach club com ainda mais estrutura e comodidade ”, afirma Felipe Carvalho, gerente executivo do Kanoa Litoral Clube Praia do Francês.

Mesmo em soft open e em meio a uma pandemia, o Kanoa Coastline Club produz cerca de 70 obras diretas além de ter realmente atraído o foco dos visitantes, proporcionando uma experiência com uma estrutura de atendimento superior, com guarda-sóis e cadeiras exclusivas. 

“Os comentários dos consumidores na verdade têm sido muito positivos. As pessoas dizem que precisavam de algo, como nosso clube de praia, em francês. No final do ano, a cidade foi invadida por turistas; a localização é extremamente sólida. Nossas suposições eram ultrapassado. Alagoas é popular, as pessoas estão viajando. Claro, ainda há uma parcela do público preocupada, mas a expectativa declara. Acredito que haverá um aquecimento muito bom nos primeiros cinquenta por cento ”, estima Felipe Carvalho.

Clubes de praia, bares de orla e hotéis no nordeste,  também receptivos, têm sido considerados atualmente um gargalo para o desenvolvimento do turismo em Alagoas, haja vista que o estado possuía algumas unidades neste trecho, o que chama a atenção e é um fator de auxílio não só para quem visita autônomo, mas também para aventuras e cruzeiros, por exemplo. 

Quem também tomou a decisão de comprar essa modalidade foi o empresário de Maragogi, litoral norte de Alagoas, Mauro Stoldoni. Ele afirma que o crescimento do Destino foi fundamental para a opção de gastar. “O grande fator foi o crescimento e também o impulso na circulação do viajante do destino Maragogi. 

A recuperação tem sido extremamente positiva, a circulação tem superado nossas expectativas dia após dia”, afirma.

Com mais de 40 empregos diretos, a Casa da Praia Maragogi está localizada na praia de Barra Grande, uma das mais belas da cidade. “No início fomos influenciados pela pandemia, mas depois, com o passar do tempo e a flexibilização das atividades, a moda só ganhou força. O turismo nacional, neste ano de 2021, certamente trará bons resultados”, acredita Mauro Stodolni.

Ainda no Litoral Norte, na paradisíaca Praia do Toque, em São Miguel dos Milagres, o clube de praia Milagres do Toque foi reestruturado durante o período pandêmico, veja mais sobre hotéis na Barra de São Miguel.

“Embora muitos contassem com a conclusão do tempo como resultado da Covid-19, esse turismo certamente acabaria, estávamos simplesmente no contrário, nos beneficiamos do tempo de inatividade e investimos fortemente em infraestrutura, paisagismo e publicidade. Trabalhamos com uma equipe excelente membros que haviam sido desconsiderados em decorrência da pandemia e também certificaram o que já carregávamos na diretoria ”, esclarece Diogo Albuquerque, sócio-proprietário.

Os investimentos realizados ao longo da mais rígida quarentena já afetaram o crescimento do fluxo de empregos. “Mudamos o nosso princípio, viemos a ser um clube de litoral com excelente música e pessoas que buscam uma experiência diferente do que já passaram por vários outros lugares. 

Nossa circulação é excelente, nossos consumidores são de todo o mundo. Minha expectativa para 2021, com a inoculação, é que esse número certamente vai melhorar muito mais ”, finaliza Diogo Albuquerque.

Para o secretário de Estado de Crescimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, os investimentos financeiros realizados em 2020 pelos empresários mostram que o turismo no estado, por mais que tenha vivido um dos piores anos da história, vem colhendo frutos e também produzindo possibilidades . 

“Fizemos um trabalho extremo, com um fantástico investimento financeiro para o desenvolvimento e execução dos protocolos de saúde e bem-estar, que nos valeram o selo global Safe Trips. 

Este sucesso e também investimentos na promoção do Destino Alagoas, que colocam o estado os principais racks turísticos mundiais, deram confiança ao empresário em investir e também bancar o Estado e, com isso, continuamos a criar tarefas e também receitas, também nesta circunstância tão desafiadora. Em 2021 vamos continuar a crescer. 

Há uma necessidade sufocada de lazer e também de viagens divertidas e, com certeza, estaremos certamente nos destacando no mercado nacional, sendo líderes na escolha do grande público além de sermos apenas um dos mais badalados do país ”, frisou Rafael Brito.