Como escolher um detetive particular?

Contratar os serviços de um detetive particular exige cautela na escolha do profissional, afinal ele terá acesso a informações íntimas, por isso precisa ser de confiança. 

Detetive particular

Saber o que levar em consideração antes de assinar um contrato de investigação com um detetive particular pode garantir sua satisfação com o resultado esperado. 
 

O que faz um detetive particular?


Há diversas empresas e detetives particulares especializados em agir no meio empresarial ou pessoal, o que deve ser levado em consideração para selecionar quem poderá atendê-lo com maior qualidade.

Um profissional com know-how conhece as artimanhas para adquirir as evidências com mais facilidade e rapidez, poupando tempo e dinheiro do contratante, além de assegurar bons resultados.

Veja quantos serviços são oferecidos pelo segmento de investigação:

  • Casos de traição — um dos mais procurados;
  • Localização de pessoas, animais ou objetos;
  • Monitoramento de cargas e pessoas;
  • Contraespionagem;
  • Investigação de paternidade ou maternidade;
  • Prevenção de crimes e coletas de informações para solução de crimes;
  • Crimes virtuais.

Foque suas buscas, conforme o tipo de caso a ser elucidado e, assim, facilite a seleção de especialistas. Entre em contato com aqueles que apresentam uma postura profissional e cheque quais são mais confiáveis. 

Dicas para contratar um detetive particular


Pesquise sobre a reputação do detetive particular, se ele tem premiações, há quanto tempo atua no mercado e como costuma trabalhar, então agende uma reunião.

Lembre-se de não passar seus dados pelo telefone, isso só deve acontecer após a assinatura do contrato. Aproveite esse contato para tirar suas dúvidas de como ele trabalha, valores, ou seja, colher as informações gerais sobre o serviço.

No encontro pessoal, verifique se o detetive particular tem um escritório fixo com a documentação adequada para a função, de quais equipamentos dispõe e se possuem empatia.

Para assinar o contrato, esteja de acordo com os detalhes do serviço:

  • Evidências a serem entregues ao final da investigação;
  • Tempo de contratação;
  • Os gastos envolvidos, se o cliente pagará por custos extras;
  • Respaldo jurídico;
  • Equipamentos necessários.

Não fique com nenhuma dúvida de como funcionará todo o processo e as formas de pagamento para, então, firmar um acordo. Tudo que combinarem deve estar claro no contrato.

É interessante também você consultar um advogado para checar se todos os procedimentos da investigação seguem a legislação e você não possa ser prejudicado.

Dê um voto de confiança para o profissional que escolher


Depois de se certificar dos detalhes cruciais para decidir qual detetive particular contratar, relaxe e deixe o especialista agir para solucionar seu problema.

Esses profissionais fazem diversos cursos de modo a desenvolver habilidades além daquelas que uma pessoa comum possui, eles agem com planejamento e estratégia para investigar sem serem descobertos e, assim, prejudicar o contratante.

O serviço de investigação é bastante sério e está regulamentado desde 2017 e não se parece em nada com as idealizações como vemos em filmes e livros. O detetive particular segue regras para agir de acordo com a lei na hora de descobrir e coletar dados sigilosos.

Agora que já sabe como buscar pelo detetive particular ideal, não perca tempo e solucione seus problemas.