05/12/2017 00h00 | Por: Natália Souza

Apresentação especial abre temporada do Concerto aos Domingos em alusão ao Bicentenário alagoano no IHGAL

Maestro Almir Medeiros retoma as atividades do projeto na próxima apresentação

Texto de: Paula Nunes
94239Ad12Fc5A7220Ed4E52566D93Bbc L

Ao comemorar os 200 anos de Emancipação Política de Alagoas, o salão nobre do Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas (IHGAL) recebeu, no domingo (3), a primeira apresentação especial de músicas clássicas, através do projeto Concerto aos Domingos, patrocinado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult). Centenas de pessoas foram conferir a apresentação.

Dezembro será um mês diferenciado para o Concerto aos Domingos, que em 2017 está completando 16 anos, atuando na divulgação da música erudita em Maceió. Neste domingo (10), a partir das 10h, o projeto traz a camerata regida pelo maestro Almir Medeiros. O concerto tem entrada franca e reserva 50 lugares para alunos e professores das redes pública e particular do Estado. 


A secretária de Estado da Cultura em exercício, Rosiane Rodrigues, destacou que a primeira apresentação da temporada especial em comemoração ao bicentenário alagoano foi um sucesso. Para ela, um domingo repleto de música clássica com renomados profissionais da música de câmera, resgata ainda mais a cultura no Estado.

 

PERQUE2.jpg
 

“O Instituto desempenha um papel importante para a valorização cultural. A coordenadora do projeto, Selma Britto, continuará nos presenteando com apresentações que elevam nossos sentimentos e nos brindam com a boa qualidade musical em 2018”, disse a secretária em exercício. 


Concerto aos Domingos
 
O ‘Concerto aos Domingos’ é um projeto dirigido pela pianista e sócia efetiva do IHGAL Selma Teixeira Britto, cuja primeira exibição foi em 5 de agosto de 2001, nos moldes dos ‘Concertos para a Juventude’, do Rio de Janeiro. 


O concerto acontece sempre no primeiro domingo de cada mês, de março a dezembro. Este é o 16º ano de realização, desde 2008, em parceria também com a Secretaria Estadual de Cultura. São vários convidados, músicos parceiros que tocam ao longo do ano.